skip to Main Content

Novo podcast convida jovens a ampliar horizontes a partir da ciência

A Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), promovida anualmente pela Escola Politécnica (Poli) da USP e realizada pelo Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC), lançou no início deste mês o programa de podcast Mentes Criativas, Soluções Inovadoras. O novo podcast conta com duas séries de entrevistas: Mulheres na Ciência, já disponível nas principais plataformas, Jovens Transformadores, que vai ao ar no dia 29 de março. Cada série conta com oito episódios, disponibilizados às terças-feiras, e divulgadas pelo siteFacebook e Instagram da Febrace.

“O programa é mais uma iniciativa para estimular jovens e docentes da educação básica a ampliarem seus horizontes a partir da ciência”, afirma a professora Roseli de Deus Lopes, coordenadora geral da Febrace. “Todos os anos, centenas de estudantes e professores, engajados em projetos de pesquisa científica e tecnológica, passam pela feira. Eles vêm de várias partes do País, de escolas públicas e privadas, e muitos têm suas vidas mudadas radicalmente a partir dessa experiência. O podcast tem o objetivo de contar essas histórias inspiradoras”, destaca.

Na série Mulheres na Ciência, uma das entrevistadas é Adriana de Oliveira, de 28 anos. Engenheira Química em uma multinacional, nasceu em um bairro humilde na periferia de São Paulo, estudou em escola pública e teve bolsa-alimentação para conseguir cursar uma universidade federal paulista. A experiência que teve ao participar da Febrace, ainda quando cursava o ensino médio, foi determinante para nunca desistir diante das adversidades. Outro destaque é a professora mineira Fernanda Aires Guedes Ferreira, de 35 anos. Apelidada de “rainha das feiras de ciência”, ela se notabilizou por suas iniciativas para promover o interesse dos jovens pelo pensamento científico em sua cidade, Mateus Leme. Uma delas foi a criação de uma organização sem fins lucrativos para promover atividades de formação e mostras de projetos.

Clique nos players abaixo para conferir os dois primeiros episódios:

Ciência que empodera

Dados da Unesco apontam que menos de 30% dos pesquisadores do mundo são mulheres. E as razões para essa baixa participação feminina no mundo das ciências são puramente culturais e sociais. “Reduzir a diferença de gênero na ciência é uma tarefa que cabe a toda a sociedade”, destaca a coordenadora da Febrace.

“Além de enfrentar o preconceito, é preciso apoiar as mulheres para que sigam carreiras em Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática. Este é um dos objetivos da série Mulheres na Ciência”, acrescenta. Segundo ela, ainda é muito comum que as mulheres sejam desincentivadas neste aspecto. “Acreditamos que exemplos de superação sirvam para encorajar outras meninas.”

Inovação que transforma

Já a série Jovens Transformadores será uma vitrine do poder criativo dos jovens do País. Trará entrevistas de estudantes que acreditaram que o conhecimento científico e tecnológico não é privilégio de poucos. “Eles vão contar suas histórias, mostrando que todas e todos são capazes de dominar as ciências e desenvolver soluções tecnológicas”, afirma a professora.

“Cada vez mais, os jovens estão conectados com os acontecimentos à sua volta e respondem com entusiasmo quando podem participar ativamente de sua formação, interagindo com os educadores mais intensamente, trabalhando em equipe, estudando questões relacionadas aos avanços sociais, tecnológicos e ambientais. Muitos desenvolvem projetos com grande potencial transformador, e é isso que será mostrado na série”, finaliza.

O podcast conta com o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Sobre a Febrace

Promovida anualmente pela Escola Politécnica da USP e realizada pelo Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC), a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace) é a maior mostra brasileira de projetos científicos em abrangência e visibilidade. Seu objetivo é estimular a cultura científica, a inovação e o empreendedorismo na educação básica e técnica, despertando novas vocações nessas áreas e induzindo a práticas pedagógicas inovadoras nas escolas. Saiba mais em: https://febrace.org.br.

Confira os podcasts publicados neste link.

Fonte: Jornal da USP

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top